LiveZilla Live Chat Software

Reconhecer o prejuízo e avançar

por Ambiente Compras - O maior Centro de Negócios Grátis do Brasil em 24/04/2014 - 17:25



Uma das decisões mais complicadas para os novos empreendedores é reconhecer, logo no início, que cometeram um erro estratégico e decidir, rapidamente, estancar a sangria de recursos, de tempo e de comprometimento em torno de um projeto que já se sabe que não dará certo.

Na maioria dos projetos que iniciamos, após um tempo de maturação, de muita luta e investimentos, atingimos (ou torcemos para atingir) a etapa em que realizaremos o lucro.

Realizar o lucro é a cenourinha que nos motiva ao longo das extensas jornadas, que nos garante a paciência para suportar exaustivas negociações e que nos anima a esperar um ano ou mais pela colheita.

Mas nem sempre o projeto dá certo. E quanto mais cedo percebermos que erramos de sócio, de cálculo das reservas disponíveis ou até mesmo dos produtos ou serviços que pretendemos entregar para o mercado, melhor.

Geralmente, descobrimos o erro, mas ficamos inseguros em assumi-lo. Ainda tentamos nos dar uma chance quando, no fundo, temos certeza que o projeto já era.

Nesse momento, a melhor decisão é ter a extrema coragem de realizar o prejuízo, em vez de cavarmos inutilmente a nossa própria falência, em busca da realização do lucro que não acontecerá.

Para conseguirmos um mínimo de serenidade no processo de realizar o prejuízo, o melhor a fazer é bater um papo muito profissional com nosso contador. Ele nos ajudará a ter uma dimensão exata do quanto nos custará desistir hoje.

Em seguida, converse com os seus sócios e deixe claro a sua posição. Defenda-a com clareza e serenidade. Desde que esteja convicto de que se trata de uma decisão irreversível.

Tendo os cálculos do contador e os procedimentos burocráticos sugeridos como parâmetro, parta para a ação. Não se iluda. Fechar uma empresa, legalmente, é uma tarefa dificílima, mas necessária para sua tranquilidade futura.

E assim que realizar de fato o seu prejuízo, acrescente o custo de um jantar e convide seus familiares e amigos mais chegados para a comemoração.

Sim, da mesma maneira que devemos comemorar a realização do lucro, é muito importante que registremos o fato de termos tido a coragem de nos livrar de um projeto que tínhamos a certeza que daria errado.

Afinal, ser empreendedor é assimilar, com o tempo, a frieza de um general. Que aprende no calor das batalhas o momento certo de avançar. Mas que só acumulará vitórias, se reconhecer, também, a hora certa de recuar.

No caso do empreendedor, recuar é realizar o prejuízo quando o projeto desanda. Juntar as energias, dar a volta por cima e começar de novo.


Fonte: UOL

Comentários